Hidroponia: Como começar?

13 out

Você pretende entrar no mundo da hidroponia? Sonha em começar a cultivar vegetais em sua própria residência, seja em casa ou apartamento, e sem necessidade de solo? Então, esse artigo vai ser sua porta de entrada para um mundo de possibilidades. Nele, vou te apresentar um pouco da origem da hidroponia, ensinar a como começar esse tipo cultivo, quais materiais devem ser comprados, os preparos iniciais e necessários que você precisa ter para cultivar em hidroponia e, consequentemente, iniciar testes e experimentos para adquirir resultados na prática.

1) Introdução à Hidroponia

Antes de mais nada, é sempre bom você saber onde está pisando e nada mais certo do que conhecer um pouco sobre a definição desse tipo de cultivo e, claro, sua origem.

Hidroponia é o nome dado a um sistema de cultivo de plantas caracterizado por não necessitar de terra, isto é, de um solo. Basicamente, é uma técnica que permite o desenvolvimento por completo do vegetal através de uma solução nutritiva que fornece todos os minerais, água e nutrientes.

A palavra hidroponia é de origem grega, sendo água o significado de hidro, e trabalho o de ponos. Dessa forma, a soma destas duas palavras resulta em “trabalho com água”. O início dessa técnica veio com os Sumérios, a mais antiga civilização conhecida da região sul da Mesopotâmia, onde hoje se encontra grande porção do Iraque.

Em relação ao seu desenvolvimento científico, a hidroponia obteve seu começo de estudo no século XVII. Posteriormente, inúmeras experiências foram executadas a fim de descobrir a fórmula dos nutrientes essenciais para as plantas em geral. Em especial, no ano de 1929, o pesquisador William F. Gericke, da Universidade da Califórnia, produziu uma técnica de cultivo sem solo que conseguiu produzir frutas, cereais e flores em grande escala. Posteriormente, nas décadas de 1950 e 1960, o cultivo hidropônico já havia se espalhado em vários países, como Alemanha, França, Inglaterra e Espanha.

2) Comece adquirindo a parte bruta

O primeiro passo para começar o cultivo hidropônica é adquirir a famosa parte bruta, que é o básico da hidroponia e consiste em um timer, bomba de água, reservatório de água e a tubulação. Então, quando você começar a pensar em montar seu sistema hidropônico, se preocupe em obter esses quatro componentes, pois são basilares e fundamentais para o projeto.

Falando um pouco sobre cada um dos itens, o timer ou temporizador serve para acionar e desligar o seu sistema, ou seja, sua função é controlar a bomba hidráulica em intervalos de tempo regulares para manter as raízes hidratadas. Já a bomba, ela é fundamental para o transporte da solução nutritiva do reservatório até seus canos.

Agora abordando o reservatório, é o espaço onde ficará armazenada a solução que irá nutrir as plantas, sobretudo alguns materiais podem ser usados para fazer o reservatório, como galões de água ou baldes. Por último, existe a tubulação que consiste em canos que armazenarão e sustentarão suas plantas. O tamanho pode ser entre 60mm até 75mm, mas fique livre para selecionar a dimensão do seu cano de acordo com a extensão e quantidade das plantas que quiser explorar.

Hidroponia

Hidroponia sendo executada! Nossa equipe montando nosso sistema de cultivo hidropônico

Pronto, esse é o básico! Se você quer iniciar sua jornada na hidroponia, seja em sua residência ou em outro local próprio, você obrigatoriamente necessitará dos quatro itens descritos acima. Agora, quando montar seu sistema, colocar para funcionar, ver a água passando pelos canos, é hora de falarmos sobre o segundo passo: solução nutritiva.

3) Solução Nutritiva

Assim como a parte bruta, os nutrientes são essenciais para você desenvolver seu sistema hidropônico e, consequentemente, alimentar suas plantas. Dessa forma, é necessário saber que existem nutrientes formulados especialmente para hidroponia, que são misturados na água para fazer sua solução nutritiva (água+nutrientes).

É através da solução nutritiva que as suas plantas irão receber os nutrientes para seu desenvolvimento. Aliás, é muito importante usar produtos de qualidade e manter sempre os principais fatores da solução, como a temperatura, nível de oxigênio, condutividade elétrica e o pH ajustados.

“Para que o cultivo dê certo, no entanto, é necessário se fazer o manejo da solução nutritiva, através do controle do pH e da condutividade elétrica da água onde as plantas serão desenvolvidas, fazendo a troca da mesma com seis a oito semanas de uso.”José Damião de Jesus Filho, criador do curso Hidroponia – Cultivo sem Solo.

4) Espécies cultivadas nos sistemas hidropônicos

Não poderia esquecer de falar das plantas e mudas, que podem ser adquiridas prontas com facilidade em locais de sua região e por um preço bastante acessível. Geralmente, quando você compra mudas, elas vêm normalmente com o substrato.

Falando sobre substrato em geral, esses resíduos são usados para produzir frutas, hortaliças e flores com sistemas radiculares, que demandam sustentação. Há uma gama de tipos usados nessa forma de cultivo, como lã de rocha, areia esterilizada, argila expandida, espuma fenólica, entre outros.

Aliás, muitas plantas podem ser cultivadas através da hidroponia, como é o caso da alface, rúcula, salsa e manjericão. Ainda existem sistemas semi-hidropônicos que podem cultivar tomate, morango e outras frutas. Escolhi falar um pouco sobre a alface, por ser considerada fácil para começar a aprender.

Hidroponia

Muda de alface sendo transplantada do berçário para a torre

No caso da alface, por ser uma planta com o sistema radicular pequeno, é mais tranquila de cultivar. Por conta do seu tamanho, é possível que sejam cultivadas em alta densidade, o que permite boa utilização dos espaços.

5) Mãos à obra

Pronto, a partir do momento que você possui a parte bruta, os nutrientes e as mudas, você já consegue cultivar de forma hidropônica. Portanto, chegou o grande momento de fazer sua horta hidropônica, para ter sempre alimentos frescos e de qualidade.

Segue um vídeo para servir de conteúdo extra na hora de executar seu cultivo.

Ficou com dúvida em algum ponto? Produziu seu sistema hidropônico? Deu certo? Deu errado? Não deixe de comentar aqui embaixo para discutirmos! Estamos aqui para ajudar no que precisar.

Cássio Galvão

Logo do LinkedIn

Criador de conteúdo na Idea

Bacharel em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco. Já com prática e experiência na criação de vários tipos de conteúdo por 1 ano, agora almejando me aperfeiçoar na parte tecnológica como um todo.

Veja também: