Como fazer corte a laser com MDF e arrasar nos seus produtos

19 ago

Existe algo mais irritante que perder tempo e material pois teve que refazer um projeto várias vezes? Se você pretende utilizar corte a laser para tocar seus projetos pessoais ou profissionais, essas 4 dicas serão de grande valor. Assim, você não vai continuar perdendo cabelos por erros de produção. Aqui, vou mostrar o passo a passo de como fazer um um suporte para livro personalizado.

1. Material e Maquinário

Primeiramente, vamos começar com o básico: planejamento. Toda vez que você for pensar e preparar seu projeto, o material que for utilizado vai influenciar na preparação do seu arquivo e na configuração da máquina. Nesse caso, estarei usando dois materiais: acrílico transparente e MDF light brown. Já que estou utilizando uma Trotec Engraver, vou utilizar placas de 60×30 cm que são o tamanho padrão dessa máquina. Verifique o tamanho indicado para sua máquina e as configurações ideais para cada material. Nesse caso escolhi trabalhar com MDF e Acrilico que naturalmente tem configurações diferentes.

A escolha de material foi proposital, como você pode ver na imagem abaixo, as partes em MDF são para a produção da base e do personagem. Pode notar que o MDF tem um contraste legal na área de gravação e o acrílico transparente foi essencial para dar uma sensação de flutuação dos livros.

2. Preparando seu arquivo

Assim como um arquivo que vai ser impresso num papel, é necessário se preocupar com as cores e disposições do projeto. Quando for cortar a laser, você deve pensar bastante nas formas e nos encaixes antes de colocar a máquina para moer. A dica que eu dou aqui é: comece pelo papel.

“Pegue um papel e vá rabiscando seu projeto”

Com o esboço no papel e uma boa ideia das formas na mente, eu começo a preparar o arquivo para corte. Do mesmo jeito que uma impressora tradicional lê um arquivo em .DOC ou .PDF, uma cortadora a laser irá ler um arquivo em .AI, .EPS ou .CDR. Então você pode escolher um programa de vetores como Adobe Ilustrator ou Corel Draw. No meu caso estou utilizando o Adobe Ilustrator.

Exemplo corte a laser

Eu sei, estou falando bastante, mas ainda não cheguei ao ponto. O maior dificuldade que tive no começo foi: como devo fazer meus encaixes e furos? Porque só assim seu projeto pode ficar de pé com uma boa estabilidade. É bem simples na realidade. Os encaixes sempre devem ter a altura igual a espessura do material que eles vão entrar. No nosso exemplo, estaremos encaixando um corte de Acrilico de 1,5mm em uma base de MDF de 3mm. Logo, a altura do encaixe deve ser de 3mm. Enquanto o furo/abertura na base deve ter a mesma espessura da placa que vai entrar, que nesse caso é um acrílico de 1,5mm, e a largura deles deve ser a mesma.

Agora a segunda preocupação que você deve ter ao preparar o arquivo é: O que é corte e o que é gravação? A cortadora que utilizamos foi configurado para cortar objetos de linha na cor Azul RGB: 0 255 255 e gravar objetos com preenchimento Preto RGB: 0 0 0. Com isso em mente é só preparar os objetos como na imagem abaixo.

Perceba que no caso do Yoda, tudo aquilo que vai ser gravado ficará dentro da área que será cortada.

3. Cortar a laser e Engravar

Agora que você está com o arquivo preparado e organizado, o trabalho é praticamente todo da máquina. No entanto, vale uma dica para economizar material e tempo de corte, além de ser benéfico para o meio ambiente. Na realidade é algo bem simples que você já pode ter pensando sozinho: juntar pontos de intersecção. Calma, vou explicar. No nosso caso existem alguns objetos de corte que são retos. Sendo assim, você pode encostar um objeto no outro e depois excluir a linha de intersecção. Logo a cortadora só vai passar o laser uma vez naquela reta e produzirá o mesmo resultado que teria com os dois objetos separados.

Cada cortadora terá uma configuração diferente e o ideal é perguntar ao responsável do espaço maker ou conferir na sua própria máquina quais são os parâmetros de corte e gravação. Outra opção é acessar o site do fabricante da cortadora a laser para ver as configurações corretas. No nosso caso é uma Trotec Engraver que está configurada para gravar objetos em preto (R: 0 G: 0 B: 0) e cortar linhas em azul (R: 0 G: 255 B: 255).

Usamos o programa JobControl para intermediar a comunicação entre o computador e a máquina. Assim, ao selecionar a opção imprimir no Ilustrator e configurar o papel para DEFINED BY DRIVER, o arquivo será enviado no programa. Estou começando pela placa de MDF, então, lembre-se de mudar a configuração da impressora para cortar MDF como comentei anteriormente. Quando a placa de MDF acabar, troque pela de Acrílico e repita o processo.

corte a laser realizado

4. Montagem do seu corte a laser

Agora é a parte fácil, brincar de lego. Basta encaixar as partes como você pensou ou como no esquema que fiz no papel. Eu gosto de usar a cola Tek Bond com viscosidade média. Assim ela tem um tempo de secagem relativamente rápido, mas que ainda dá tempo de manipular o objeto, ao contrário da cola com baixa viscosidade que é praticamente tocou colou.

Indo direto ao ponto, basta passar a cola nas áreas de contato e encaixar. É basicamente brincar de lego com cola. É importante tomar cuidado na hora de posicionar e pronto.

Corte à laser pode ser um pouco desafiador no começo, mas com insistência você pode chegar longe. Até mesmo algumas prototipagens rápidas de produto são possíveis, confira o nosso artigo sobre prototipagem aqui.

Ainda na dúvida nos usos do corte a laser? Confira nossa outra postagem sobre as diferenças entre impressão 3D e Corte a laser

Gustavo Emerenciano

Logo do LinkedIn

Publicitário, Designer e CMO

Publicitario de formação, atualmente trabalhando na área de Marketing. Fui diretor de arte em agência por 4 anos, hoje procuro me especializar em areas diversas: Design de Interação, Gestão de Projetos, Produção de Jogos e Manufatura Digital.

Veja também:

  • 15 out

    O conhecimento que você precisa ter sobre a indústria 4.0

    Continue lendo